segunda-feira, 4 de novembro de 2019

H-alt: Apocryphus Vol. 4 - Sci-Fi


A primeira Apocryphus surpreendeu pela qualidade e maturidade das suas histórias. Artistas de traço experiente juntavam-se a argumentistas talentosos, com um nítido esforço para que as suas contribuições fossem boa banda desenhada. É esse o grande mérito da revista, a aposta independente no melhor que os nossos artistas de banda desenhada conseguem fazer.

Esta continuidade de grande qualidade não se perdeu nas edições seguintes, uma dedicada ao crime, e outra ao poder da mulher. Aliás, evoluiu a todos os níveis. Estava em falta uma dedicada em exclusivo à Ficção Científica, lacuna que ficou preenchida com este quarto número. Se bem que é mais que justo observar que desde o primeiro número que a Apocryphus inclui histórias dentro deste género, apenas não o fazia como tema de desenvolvimento. Resenha completa na H-alt: Apocryphus vol. 4 - Sci-Fi.

Sem comentários: