domingo, 5 de agosto de 2018

URL


Some pages from the amazing Usborne Book of the Future (1979) by Kenneth Gatland and David Jefferis: É sempre bom redescobrir estas visões retro dos futuros imaginados. São imagens de estética datada, que para além de fazer sorrir com nostalgia, mostram o quão datadas irão ficar as nossas visões contemporâneas do futuro.

Treta da semana: incêndios terroristas de geo-engenharia: Um brilhante takedown do espírito intricado das teorias da conspiração. É de fato mais fácil acreditar em conspirações sombrias do que aceitar que os males e injustiças do mundo são provocados por pessoas respeitáveis.

Spirits of Place - A Compendium of Tides: Esta é uma prenda especial para os fãs de Warren Ellis, partilhado pelo grandioso argumentista na sua newsletter. Os editores da antologia de ensaios Spirits of Place colocaram o de Ellis disponível para leitura gratuita. É sempre interessante mergulhar na mente de Warren Ellis.

Confessions of an accidental job destroyer: Uma história elucidativa, onde uma jovem estagiária apaixonada por impressão 3D é desafiada pela empresa a desenvolver novas metodologias de produção de moldes, e com isso torna obsoleto o emprego de um veterano criador de moldes. Curiosamente, não é uma história sobre os perigos que a tecnologia trás enquanto destruidora de empregos. O problema é ideológico, o que irá provocar o desemprego neste caso é a forma como a entidade empregadora lida com os seus funcionários.

How France beat Russian meddling (and we could, too): Como sobreviver a uma guerra de desinformação. Nas eleições francesas, quer o estado quer os aparelhos eleitorais mostraram estar bem atentos às lições da ascensão de Trump e do Brexit para combater interferências externas através de guerra informacional. Uma combinação de sentido crítico com estratégias que viram o feitiço contra o feiticeiro.


Inside A Warehouse Where Thousands Of Robots Pack Groceries: A intricada coreografia do movimento de robots num armazém automatizado.


We Have Reached Peak Screen. Now Revolution Is in the Air.: Como é que se mantém o interesse dos consumidores num ambiente saturado de ecrãs? Através de outros interfaces, como voz ou wearables.

The iconic Fountain (1917) is not created by Marcel Duchamp: Tendo em conta a saturação mediática e a fluidez do que é verdade ou não na informação online, há que ler este artigo com algum cepticismo. A ser verdade, será mais uma camada de apropriação de uma obra de arte que marcou a história de arte não pelo objeto em sim, mas por todo o questionamento que provoca.


Martim Avillez: incandescentes apocalipses: Uma recordação de 2014, com Pedro Piedade Marques a falar da ilustração marcante de Martim Avillez no livro Apocalispe do Apóstolo João, das edições Afrodite (que, em si, têm toda uma história explorada pelo mesmo em Editor Contra), e outra obra gráfica.

The obscenity of the art world: Efeitos do late stage capitalism, com a comercialização desenfreada em qualquer área. O mercado da arte sempre existiu, mas os efeitos combinados do um percentismo e da globalização elevaram-no a níveis inauditos de financeirização e consumo luxuoso: "Art is a global business in an increasingly globalised world, and blue chip art, sold by blue chip dealers and auction houses, has become a prime currency in the one common culture that extends from Brooklyn to Basel to Beijing: money, and the social prestige that follows upon it".

The Story of the Interstellar Space Rock Isn’t Over Yet: É bom saber que temos visitantes interestelares no nosso sistema solar, na forma de asteróides que vagueiam no espaço intergaláctico, cujas órbitas se cruzam, fugazmente, com as nossas.


The Ignorant Do Not Have a Right to an Audience: Deveremos colocar de parte a visão absoluta de liberdade de expressão num ambiente mediático saturado, onde as opiniões intencionalmente controversas e sem base em factos despertam atenções e condicionam os discursos públicos?

Watch a 4000-Year Old Babylonian Recipe for Stew, Found on a Cuneiform Tablet, Get Cooked by Researchers from Yale & Harvard: A sensação de blergh! que estas receitas despertam mostram como a culinária é um contructo cultural. O prato que para mim é nojento, para outros é uma delícia. Suponho  que para os babilónios, estas receitas de aspeto horrível e sabor a condizer, seriam uma saborosa delícia.

‘WFF’ a person who you encountered briefly, but stays in your online life forever: São condições da modernidade. A pessoa com que só contactámos poucas vezes na vida real mas que se torna parte integrante das nossas redes sociais. Ou o contrário, aqueles que só conhecemos nas redes e que eventualmente, ou talvez nunca, chegaremos a conhecer em pessoa.

The Physics of a Spinning Spacecraft in *The Expanse*: Razões para se gostar de The Expanse: é awesome. É muito awesome. É completamente awesome. E respeita a ciência da ficção científica, mantendo-se excitante sem ser fantasiosa ou implausível.

The Hidden Cost of Touchscreens: Uma intrigante observação. Usabilidade e facilidade de uso não têm a ver com a beleza do interface. Um design feio mas funcional simplifica o trabalho dos utilizadores, enquanto que o foco colocado na estética se traduz numa má experiência d eutilização. Também intrigante a observação que nos nossos interfaces digitais, o rotinar de ações através da memória muscular é mais eficiente do que o uso de informação puramente visual: "Serious interfaces — those that are repeatedly used by a knowledgeable professional and/or in potentially hazardous situations, should not be touchscreen based. If a touchscreen must be used, it should be embedded alongside a set of fixed, physical buttons that support muscle memory and single actions".

When Patriotic Movies Go Awry: A linha que separa "patriotismo" de "fascismo" poder ser muito ténue, por vezes.

How the Soviet Navy Would Have Fought World War III: Hoje, um exercício de especulação académica. Num passado ainda muito próximo, poderia ter sido facto histórico.





Eco-Visionaries. Art, Architecture, and New Media after the Anthropocene: Visões que questionam o papel da tecnologia na construção social, vertente dos impactos ecológicos da atividade humana. Em exposição também em Lisboa, no MAAT.

Private Lives? Leave Me Out: A evolução do conceito de privacidade como direito inalienável do indivíduo é influenciada pelo surgimento de tecnologias de comunicação que expõem a vida privada. O que hoje refletimos sobre a internet e redes sociais enquanto meios que erodem a privacidade dos indivíduos, já se fez notar quando a fotografia e os media impressos surgiram: "For example, telegraph cables and telephone lines –and even the humble postcard, first available for purchase in 1873 – made private communications speedier and more convenient, but also more open to the eyes and ears of others. Simultaneously, ‘instantaneous photography’ and an aggressive commercial press were making private affairs newsworthy and saleable. This was at the root of Henry James’ lament, in 1888, about ‘the devouring publicity of life, the extinction of all sense between public and private’. James, along with other members of the urban bourgeoisie, would come to realise that private men and private residences were not the fortresses they were once presumed to be".

O Terrível Fantasma do Optimismo: Um ensaio na linguagem barroca de David Soares, sobre pulgas, iluminismo, tecnologia e crença na superação dos limites da carne humana, quer via magia quer tecnologia.

New analysis shows how Facebook and Google push users into sharing personal data: Entre o ofuscar intencional das definições de privacidade que mais protegem e o uso de linguagem ambígua, que faz o utilizador pensar que a perda de privacidade é mínima ou terá de deixar de usar os serviços se não concordar com as imposições da empresa. Mais um estudo que sublinha as práticas que todos conhecemos.

Another 10 Years Later: Uma visão profunda sobre a evolução técnica das infraestruturas que definem a internet. E há que adorar a visão sem tretas sobre o pesadelo de segurança que é a IoT (Internet das Coisas): "It may be disconcerting to realise that the web camera you just installed has a security model that can be summarised with the phrase: “no security at all”, and its actually offering a view of your house to the entire Internet. It may be slightly more disconcerting to realise that your electronic wallet is on a device that is using a massive compilation of open source software of largely unknown origin, with a security model that is not completely understood, but appears to be susceptible to be coerced into being a “yes, take all you want”".

How Lolita Seduces Us All: Redescobrir a literatura na era #metoo tem destas armadilhas. Livros aparentemente inócuos passam a sexistas, autores com hábitos de casanova expostos como predadores. Curiosamente, há um livro sexualmente violento e controverso que escapa inócuo aos ataques. Sob o floreado enfeitiçador das palavras de Nabokov, há uma exposição nua da violência sexual. Uma perfeita metáfora do verniz civilizacional que esconde a brutalidade humana.

As Memes Evolve, Apps Are Struggling to Keep Up: O pormenor a destacar - os memes tornaram-se uma indústria. Não deveria ficar surpreendido, a cooptação das contra-culturas por interesses económicos é um padrão constante.

How AI Is Changing Sales: Algumas implementações de Inteligência Artificial nos serviços, nas vertentes big data, pattern recognition e machine learning.

Sem comentários: