quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Arte y Robótica: La Tecnología como Experimentacíon Estética


Ricardo García (2016). Arte y Robótica: La Tecnología como Experimentacíon Estética. Madrid: Casimiro.

Este ensaio sobre o impacto da tecnologia nas artes inicia-se com um excelente capítulo sobre a história da robótica, desde os autómatos grego-romanos e medievais até aos dias de hoje, olhando também com algum carinho para as visões filosóficas e da ficção científica. Só este capítulo faz valer o livro. O restante é um interessante retrato da evolução de formas de expressão artística que utilizam tecnologias enquanto meio, quer robótica, desenho automatizado, implantes cibernéticos, new media ou cruzamentos entre o mundo virtual e o real.

Emerge daqui uma visão interessante, exposta pelo ensaísta através da expressão da necessidade de recuperar o vanguardismo artístico através do entrosamento com a pesquisa científica e tecnológica, buscando os seus significados através do questionar artístico. Uma visão difícil de atingir, sendo mais habitual o uso de meios tecnológicos e digitais como ferramenta de expressão. O que o autor condena liminarmente é o uso destas ferramentas como mero gadget, como forma de encher o olho, com estéticas vazias de sentido que não questionam o impacto que a ciência e tecnologia têm como narrativas dominantes e estruturantes quer do mundo actual, quer do futuro previsível.

Sem comentários: