sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Valérian #06



Estação de Brooklyn - Terminal do Cosmos: a conclusão da aventura iniciada em Metro de Chatelet - Direção Cassiopeia. Os misteriosos eventos na Terra estão afinal interligados com as ações de dois ladrões menores no futuro, que Laureline rapidamente elimina. A manifestação dos artefatos na Terra parece prender-se com uma conspiração maior, proveniente da misteriosa civilização de Hypsis, que utiliza a cupidez das maiores empresas do passado terrestre para levar a cabo os seus desígnios.

Os Espectros de Inverloch: Laureline está a sentir-se sub-utilizada num castelo escocês, Valérian está um planeta distante a tentar caçar uma criatura muito esquiva. Nenhum percebe o porquê das missões de que foram incumbidos por uma Galaxity que deixou de responder. Entretanto, na Terra dos anos 70, o caos parece estar a instalar-se nas cúpulas militares globais, com o enlouquecer dos militares sob influência de objetos aparentemente inócuos. Até os venais Shingouz fazem uma aparição, também numa missão misteriosa ao serviço de Galaxity. Tudo se dirige a um ponto fulcral, um serão no castelo de Inverloch, que reunirá Laureline, Valérian e a criatura que caçou, os Shingouz, a dona do castelo e o seu esposo, alto responsável dos serviços secretos britânicos, onde nos será revelado o próximo passo dos mistérios desta aventura: uma conspiração por parte da civilização de Hypsis para eliminar a humanidade do futuro. A história irá continuar no próximo volume da série.

Sem comentários: