sexta-feira, 2 de maio de 2014

SubDivFormer


Tem um aspecto bastante patético, mas dê-se o desconto. Foi uma primeira experiência com o SubDivFormer. Por detrás do nome estranho (o programa é russo e elegância criativa não é apanágio desse povo, basta ver pelo brutalismo da tecnologia que desenvolvem) oculta-se uma muito interessante aplicação de modelação 3D pensada para ser usada com os dedos em tablets. Já há tinha descoberto há umas semanas mas um bug que impedia a gravação correcta dos ficheiros produzidos só foi resolvido recentemente, libertando o poder da aplicação.

Apps para modelar em 3D nos tablets abundam para iOS, mas para Android são um grupo muito restrito. Andei uns tempos a mexer com o Truesculpt, mas as limitações da aplicação era muitas e cansei de extrudir pontos em esferas. Entretanto ainda descobri o FormIt (com um interface tipo Sketchup mas pouco responsivo) e o SpaceDraw, que me parece cheia de potencial mas com um interface inspirado nos bons velhos tempos da computação pré-ambiente gráfico, e por isso inutilizável num tablet de 7".


Estão a ver o carrinho? Nope, não é meu, mas mostra o interface da app. Aquela geometria simples de arestas e faces é na verdade mais complexa. Quando se abre o objecto exportado é que se vê a tessitura. Não é muito económico a gerar mesh. A SubDivFormer é altamente responsiva e trabalha a partir da subdivisão de superfícies. Sub Div, perceberam? Em termos de interface é um bocadinho chato ter de mudar de menu sempre que se quer passar de uma operação de modelação para redimensionamentos ou reposicionamentos (e ao modelar esses saltos são constantes) mas permite criar em 3D com muita facilidade. Grava num formato nativo,.om (nem me quero meter mais nisso)  e exporta para STL. O ficheiro STL não é do agrado do Meshlab (algo a ver com problemas no rodapé do ficheiro) mas bastou passar por um visualizador online de STL para ver que funcionava. O Vivaty Studio abre e converte sem problemas, e o Sketchfab só se chateia com os materiais do objecto.


Suspeito que com um treino de dedos e algumas horas bem passadas esta app permita criar qualquer coisa de interessante. A ver vamos. Não substitui os programas 3D com que gosto de trabalhar, mas permite criar com qualidade no tablet, o que é muito bom. E como boa parte dos meus alunos andam de tablet debaixo do braço, a ver vamos o que consigo fazer disto em termos pedagógicos.

Sem comentários: