terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

aCalopsia: O Ateneu


Marcello Quintanilha (2018). O Ateneu. Lisboa: Polvo.

Marcello Quintanilha recupera em O Ateneu um mundo perdido, feito de falsa nobreza e honra oca, num registo cumulativo de sensações e impressões. Retrato de época, pouco lisonjeiro para a sociedade brasileira, O Ateneu mergulha-nos no clima opressivo de um colégio interno no Brasil do século XIX. Este romance de Romeu Pompéia é revisitado pelo traço de Marcello Quintanilha, num registo gráfico que remete para as estéticas da viragem do século, entre cruzado com as palavras da obra original. Um livro que chega aos leitores portugueses através da oferta editorial da Polvo. Crítica completa no aCalopsia: O Ateneu de Marcello Quintanilha.

Sem comentários: