quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Waypoint; Shattered Empire


Dayton Ward, et al (2017). Star Trek: Waypoint. San Diego: IDW.

Uma divertida coleção de histórias curtas, que explora diversas fases do universo Star Trek. Sempre em evidência, a premissa-base do universo: a expansão da força espacial como uma força para o bem, apostada na estabilidade, com oficiais capazes de colocar o bem comum acima dos impulsos individuais. De certa forma, uma variante progressista do white man's burden, apesar de reconher a importância de um universo multi-étnico, aqui com a metáfora dos alienígenas que compõem a federação.


Greg Rucka, et al (2015). Star Wars: Shattered Empire. Nova Iorque: Marvel Comics.

É um prazer culposo, nestes tie-ins explora-se mais o mundo ficcional da saga. Aqui, passado nos momentos seguintes à vitória sobre o império em Endor, os rebeldes apercebem-se que ainda há muito que lutar contra uma organização que se recusa a admitir derrota. As aventuras passam-se sob o ponto de vista de uma piloto rebelde, cuja dedicação à causa a mantém afastada do marido e do filho. O marido é um certo Poe Dameron, ainda sargento a ascender nas fileiras. É um mergulho nas histórias paralelas que formam a saga Star Wars, como tudo nesta saga, divertido e inconsequente.

Sem comentários: