quinta-feira, 17 de agosto de 2017

aCalopsia: Dylan Dog: Mater Morbi


Personagem de culto da banda desenhada italiana, Dylan Dog é finalmente trazido para Portugal numa edição Levoir da coleção Novelas Gráficas. Para este primeiro contato do público português com um dos mais intrigantes títulos de fumetti da editora Bonelli, os editores da Levoir escolheram Mater Morbi, uma das mais perturbadoras histórias recentes desta longa série. Mais do que uma história de horror clássica, ou uma aventura típica do Old Boy a enfrentar vampiros, zombies ou outras criaturas da noite, Mater Morbi mexe com o horror interior da implacabilidade da doença. O fetichismo de Mater Morbi é a metáfora para os sentimentos de solidão e impotência face à decadência da doença. Uma história atípica de um personagem já de si atípico, com estatuto merecido de culto. O argumento brilhante e premiado de Roberto Recchioni ganha uma vida lúgubre na ilustração expressiva de Massimo Carnevale, num poderoso trabalho de luz e sombra que confere um enorme peso à história. Crítica completa no aCalopsia: Dylan Dog: Mater Morbi, de Roberto Recchioni e Massimo Carnevale.

Sem comentários: