quarta-feira, 6 de abril de 2016

1%


Tinha isto no meu email, esta manhã. Diga-se que é um bom percentil um ao qual pertencer. Ao contrário do outro, este 1% é progressista. No entanto, ser apelidado de reviewer parece-me algo excessivo. Não faço críticas, não tenho a bagagem cultural e o conhecimento do saber literário suficiente para assim poder considerar os apontamentos que faço. Ou, pelo menos, tenho a consciência que crítica literária é um pouco mais do que o resumir em três linhas de texto o livro, escrever uma sinopse seguida de um gostei muito porque, ou escapulir-se por completo à linguagem verbal e usar gifs animados para explicar a reacção ao livro com imagens meméticas surripiadas a filmes ou séries de televisão. Enfim, eu sei, coisa de nariz empinado, talvez a acusar traços de velho do restelo, resistente a modernices de simplismo assinalável.

Sem comentários: