quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Dylan Dog #295



Angelo Stano, Franco Saudelli (2011). Dylan Dog #295: Tra moglie e marito.... Milão: Sergio Bonelli Editore S.p.A..

Um apontamento de comédia sobrenatural, com Dylan a envolver-se nos dilemas de um homem chato. Normal, banal, com conversa suporífera, e uma sorte incrível que lhe colocou no colo uma esbelta e atraente mulher de origem vagamente russa. O nosso homem chato desconfia que algo se passa, e envolve Dylan por desconfiar que a mulher poderá ter poderes de bruxaria. As situações depressa resvalam para o caricato, com inúmeros percalços, o surgir repentino dos patéticos sogros, e uma eficaz sedução da mulher a Dylan que finalmente irá enfurecer o homem banal e revelar o mistério. Afinal, este era um demónio cansado dos seus afazeres que decidiu esconder-se na pele de um homem para descansar do seu trabalho infernal. A mulher e os absurdos sogros são enviados dos infernos para recuperar um agente que lhes faz falta. Esta é das raras vezes em que o Old Boy não consuma a sua paixão. Afinal, que encantos poderá ter um mero humano para uma demoníaca princesa do inferno? Este episódio distingue-se por ser ilustrado por Franco Saudelli, grande mestre da BD italiana. Este enche as vinhetas com uma enorme elegância, beleza escultural oscilando entre o romantismo e a carga sexual, e pequenos pormenores que enriquecem uma história que, apesar do seu inusitado volte-face final, é bastante mediana.

Sem comentários: