quarta-feira, 10 de junho de 2015

aCalopsia: Matiné


Magno Costa, Marcelo Costa, Márcio Moreno (2015): Matiné. Lisboa: Polvo.

Três histórias curtas que se estendem pelas vinhetas numa coreografia de hiperviolência sem redenções nem gradações morais, apenas pancadaria e balas certeiras. A visceralidade e sentimento de inquietação são sublinhados pela crueza do traço. Um livro altamente recomendável para fãs do policial noir violento e duro. Crítica completa no aCalopsia: Matiné.

1 comentário:

Rui Bastos disse...

Li há pouco tempo e gostei bastante! Principalmente da primeira história que tem um final impecável :)