terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Citações


Beacuse there was Buck Rogers. O astronauta Charles Bolden a fala sobre algo que o inspirou a acreditar nas estrelas, recolhido por David Langoford na Interzone #255.


"I was aware that I was taking inordinate pleasure in small, technological events and objects, and that's this was probably a semiconscious tactic meant to evade confronting certain agonizing life events which were probably not resolvable and were destined to cause unreleting pain and distress; yet the pleasure was real, and I took it greadily". David Cronenberg a descrever com precisão o sentimento de oco preenchimento de vazio interior que caracteriza o consumismo em Consumed: A Novel.

3 comentários:

marta morais disse...

Buck Rogers foi provavelmente a série que mais marcou a minha infância. Não sei que idade tinha(mos) quando aquilo passou cá (8/10 anos?) e nem me lembro de muito do que lá se passava (para além da figura do protagonista e do robot que o acompanhava sempre) mas lembro-me bem do prazer que me trazia.

marta morais disse...

(também devia ter ido para astronauta!)

artur coelho disse...

ah, mas antes de haver o "nosso" buck rogers havia outro...