segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Apostas promissoras


A G Floy Studio, editora dinamarquesa relativamente desconhecida, rebentou de repente no mercado português com um espantoso conjunto de novidades. Comics actuais, de qualidade e traduzidos para português. Confesso que estou num certo estado de descrença com as contínuas surpresas que a editora revela na sua página do facebook. A aposta é na Imagem, e para já trazem para o público português Chew, Saga e Fatale.


Chew, com este estranho aportoguesamento para Chu, desconheço de todo. Suspeito que terei aqui uma boa oportunidade de o descobrir e perceber se se encaixa na minha gama de interesses ficcionais.

A publicação do premiado Saga em português é uma excelente notícia. Apesar de não ter gostado deste cruzamento entre ficção científica e fantasia, percebo-lhe o brilhantismo. E é marcante ter por cá uma série contemporâena influente, sem ter de esperar anos (ou décadas, ou esperar por Godot) por uma edição portuguesa.

Do meu ponto de vista a melhor notícia foi a da edição de Fatale, o genial comic de policial noir/horror lovecraftiano da dupla Brubaker e Phillips, recentemente concluída pelos autores. Para esta vou já encontrar um espaço na biblioteca. Merece. As outras também, mas esta é-me especialmente querida por causa da vénia ao escritor de terrores de Providence.

Não descortinei um site da editora, que vai largando estas bombas na rede social. As datas de publicação também são pouco claras, mas apontam para as primeiras semanas de novembro. Resta ir ficando atento às livrarias, esperar que estas promessas sejam mesmo cumpridas e que as agruras do mercado editorial português não esmaguem esta iniciativa.

(Esperar por Godot? Quem conhecer a peça de Beckett percebe. Quem não conhecer... pode esperar. E esperar. E esperar... vá esperando... )

Sem comentários: