quarta-feira, 4 de junho de 2014

La Doute


Ignacio Noé (2013). Le Doute. Grenoble: Glénat.

A aparência steampunk esconde uma história onde se tenta montar um tabuleiro para jogos ficcionais ambiciosos. Mas não passa de mais uma aventura desenhada onde uma jovem ingénua sofre tragédias inesperadas, se vê a braços com segredos e encontra o amor onde menos espera. A sequência passada num diorama londrino onde se imagina uma Londres futura cheia de dirigíveis a vapor pelos ares é de longe o único momento interessante deste álbum.

Sem comentários: