quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Fumetti: Legs Weaver, Il Giustiziere; Il Gigante d'Acciaio.


 Michele Medda, Pier Nicola Gallo (1995). Legs Weaver #03: Il Giustiziere. Milão: Sergio Bonelli Editore S.P.A..

A série Legs Weaver assume-se como policial futurista humorística. Visualmente está extremamente datada, com uma iconografia futurista típica do início dos anos 90 do século XX, feita de arquitecturas massivas, fatos almofadados e tecnologias volumosas. Neste terceiro mundo Michele Medda aproveita o humor da série para brincar com os estereótipos da banda desenhada comercial, lançando a agente mais famosa do departamento policial alfa no encalço de um vigilante que se dedica a exterminar criminosos com extremo prejuízo e cujas aventuras são ficcionadas no fumetti mais lido do momento.


Michele Medda, Roberto Zaghi (1995). Legs Weaver #04: Il Gigante d'Acciaio. Milão: Sergio Bonelli Editore S.P.A..

Gangues de criminosos eruditos especializados em roubos de camiões nas auto-estradas e um jovem herdeiro de uma corporação que quer vender um robot militar no mercado negro colidem nesta aventura de Legs Weaver. A agente infiltra-se no meio dos ladrões das auto-estradas, um grupo curioso e violento que luta contra o estereotipo dos ladrões ignorantes exigindo que cada elemento tenha pelo menos uma licenciatura. Sendo eruditos, não são por isso menos capazes de enfiar balázios a bel-prazer nas suas vítimas. Num dos camiões roubados encontram uma peça de um robot militar gigante, o que os coloca na mira de um assassino contratado pelos gestores da empresa a quem pertencia o camião e que, sabendo que uma agente se infiltrou entre os criminosos, não querem que se saiba que estão a transportar ilegalmente robots militares para venda no mercado negro. O episódio termina de forma divertida, com uma curta mas espectacular batalha entre uma aeronave armada até aos dentes e um mecha gigante pilotado pela intrépida agente.

Sem comentários: