domingo, 7 de julho de 2013

Apocalypse: The Eyes of Doom


Juan Giménez, Roberto Del Prà (1993). Apocalypse: The Eyes of Doom. Princeton: Kitchen Sink Press.

O traço de Giménez e a sua obsessão barroca por detalhes não chegam para redimir um álbum muito mediano que tenta misturar fantástico com policial. A história inicia-se no Vietnam, onde um grupo de soldados encarregue de atacar uma aldeia assiste incrédulo aos poderes de uma criança que se mostra capaz de destruir aeronaves com o olhar. Boa premissa, inspiradora de macabras histórias de guerra e aventura, mas o que é que os autores fazem com ela? Nada de interessante. A acção regressa à Chinatown dos anos 80, onde o agora mais crescido jovem de poderes assassinos é manipulado por uma ambiciosa vietnamita para matar os líderes criminosos locais e tornar-se a rainha do crime. Apenas um acto de rebelião a trava. O testemunho vem de um dos soldados presentes no estranho acontecimento de guerra, agora transformado em escritor de romances de terror. Se o desenho é de elevada qualidade, o argumento arrasta-se num tédio previsível.

Sem comentários: