sexta-feira, 13 de julho de 2012

Sandman, acordado

Os legacy acts instalaram-se definitivamente nos comics. Primeiro tivemos as revisitações da Dynamite e da Boom! Studios, que deram roupagem nova a ícones como Buck Rogers, John Carter e Dejah Thoris, Green Hornet e até o Lone Ranger. As prequelas de Watchmen agitaram as águas pelo aproveitamento descarado de um clássico contemporâneo e as típicas maldições de Alan Moore. Agora é Sandman que vai ser ressuscitado... pelo menos com Neil Gaiman a escrever as aventuras de Morpheus, personificação mitológica de um eixo do destino humano, antes da colisão de eventos que levou à sua aniquilação. Certo, a ver vamos. Sai no vigésimo quinto aniversário do lançamento da série original. Mais detalhes no Forbidden Planet.

Se vai ser bom reler Gaiman em comics, é de assinalar que a indústria dos comics se rendeu à "inovação" das editoras discográficas dispostas a salvar o seu modelo de negócio: ressuscitar personagens empoeiradas.

Sem comentários: