domingo, 29 de abril de 2018

URL


THE HERO WITH A THOUSAND ISSUES: Não é todos os dias que uma publicação de cultura pop chega ao número 1000 (pronto, fãs de Perry Rhodan, digam lá, quatro mil e a subir...). A Action Comics #1000 é um acontecimento cultural nos comics, e a DC tratou-a à altura.

A Look Inside Superman Red Trunks in Today’s Action Comics #1000 (Semi-SPOILERS): Para comemorar os seus oitenta anos, e o milésimo número da Action Comics, parece que o Super-Homem volta a ter as cuecas de fora...

Superman: The Last Son of Prague: O Super-homem revisto à luz da herança cultural judaica do seus criadores, como uma espécie de golem da era moderna.


Jim Steranko – Outland: Uma explosão visual tecno-psicadélica, nestas vinhetas do lendário Steranko a adaptar para banda desenhada o filme Outland, um dos clássicos do cinema de FC dos anos 80.


Have you ever wondered where books come from?: Uma thread deliciosa no Tumblr. imaginem os livros como ovos pequeninos, que eclodem em páginas encadernadas.

Ready Player None: Toppling the Diseased Colossus of Geek Culture: O filme, e o livro, dissecados com extremo prejuízo pela equipe do We Are The Mutants. Tl:dr;? A decadência de uma cultura popular demasiado agarrada à nostalgia oca da iconografia da pop do passado, que se socorre do visual para disfarçar a falta de conteúdos.

The Myths and Realities Behind The Exorcist: O Exorcista, revisitado décadas depois do filme de culto, pelo seu realizador.

Watch Two Robots Nimbly—and Very Calmly–Assemble an Ikea Chair: Não consigo imaginar um teste mais complexo de inteligência artificial do que ser capaz de montar um móvel da Ikea.

Are AI fairytales the future?: Pessoalmente, não começaria já a apregoar o fim das Letras humanas com o advento de Inteligências Artificiais literárias. O que está aqui em evidência é mais reconhecimento de padrões e produção automatizada com aplicação de estilos, ferramentas mas não verdadeira criatividade. E hey, qualquer leitor de pulps e pop fiction sabe que a escrita mecânica antecede muito a computação...

Pedro Domingos on the Arms Race in Artificial Intelligence: Fundamentalmente, isto: "History shows how ready and willing we are to obey leaders and do what the gods say. We are psychologically totally prepared to put things in the hands of AI, even though we shouldn't. But in the end, it's not AI making the decisions, it is those who control AI. Who will be steering the major algorithms?"

How the EU could change the world through Data Asylum: Com a iminência da entrada em vigor do RGPD, fortemente restritivo das práticas predatórias de recolha de dados a que as stacks nos habituaram, poderá a UE tornar-se um refúgio global para quem defende, e procura, privacidade na vida online?

Sem comentários: