quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Blood in the Aether



Jason Aaron, et al (2017). Doctor Strange, Vol. 3: Blood in the Aether. Nova Iorque: Marvel.

Após uma tremenda batalha em que a magia quase é extinta, um enfraquecido Doutor Estranho tem de lidar com os seus velhos inimigos quase sem os seus poderes. Terá de usar a sua inteligência e os punhos para se safar de ameaças progressivamente violentas. E, claro, todos os seus piores inimigos decidem manifestar-se e fazer-lhe a vida negra. Se a ideia do Doutor Estranho a funcionar não como mestre da magia mas como action hero já é bizarra, Jason Aaron leva a coisa mais longe com um alinhamento bizarro dos inimigos de sempre. Com pontos altos no inferno como uma startup que utiliza celebridades mortas para atrair almas, e um vilão que incorporou o olho do Vigia e, essencialmente, anda com um enorme olho peito e uma máscara a condizer. O surrealismo divertido é sublinhado pelo traço de Chris Bacchalo, que não teme a ironia visual.

Sem comentários: