sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Avengers: Kree/Skrull War


Roy Thomas, et al (2012).  Avengers: Kree/Skrull War. Nova Iorque: Marvel Comics.

Habituados como estamos a uma indústria de comics que se especializa em histórias convolutas, de estética marcada por trabalho de enquadramentos e exploração profunda dos dramas dos personagens, tem o seu quê de refrescante pegar numa variante mais antiga, saída dos anos 70, menos complexa e mais directa do género. Já longe do simplismo das eras dourada e prateada, já a começar a explorar as linguagens narrativas que caracterizam os comics de hoje. O grande destaque desta série de aventuras dos Vingadores é escapar ao formato episódico e formar um longo arco narrativo, sempre em crescendo, levando os personagens de aventura em aventura até ao final grandioso.

Diga-se que o tema permite-o. O que é curioso é que em vez de seguir o caminho da Space Opera, Roy Thomas prefere utilizar a Terra enquanto campo de batalha, com enigmáticas intervenções dos Kree e dos Skrulls, essas clássicas espécies alienígenas antagónicas, com um motivo que só nos será revelado no final. A ilustração está dentro dos parâmetros dos comics da época, mas é impossível não destacar as pranchas ilustradas pelo traço extraordinário de Neal Adams.

Sem comentários: