segunda-feira, 11 de abril de 2016

Comics


Black Panther #01: E então, como é que o acutilante escritor afro-americano Ta-Nehisi Coates se deu com o primeiro número da sua época com argumentista do Pantera Negra? Intenso, seguindo a linha narrativa do herói de falibilidade visível e a cair na desgraça dos seus mais fiéis seguidores. Pormenor curioso: Coates estruturou as tiras de forma a que a leitura se estenda de uma prancha para outra, reforçando a continuidade.


Providence #08: Confesso que esta era inesperada. O périplo de Alan Moore pela obra de Lovecraft é fortemente alegórico. Não estava a contar com a referência directa ao escritor, e a sua aparição como personagem. Esta edição é uma belíssima mistura das aventuras registas e imaginadas de Randolph Carter, o explorador dos mundos de sonho, aqui sublimado como um decadente cidadão de Boston que, liberto de preocupações financeiras por uma herança modesta, se dedica às pequenas obsessões oníricas. Como alguém que se apaixonou por Lovecraft com as imagens fabulosas conjuradas pelas palavras contidas sob a negra capa de Os Demónios de Randolph Carter da colecção Livro B, fiquei encantado por este episódio de Providence.

Sem comentários: