segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Comics


Phonogram The Immaterial Girl #06: Tem o seu quê de sincronismo. No final desta nova série de Phonogram, Kieron Gillen homenageia a música pop de David Bowie nos painéis finais em que, solto dos constrangimentos da narrativa, se deixa levar pelo que a série realmente é: varições e divagações com o amor pela música à mistura. Sabendo que o ritmo de produção e edição habitual de uma série de comics implica que esteja terminada muito antes de chegar às bancas, esta não é uma elegia de Gillen a Bowie. Mas o acaso é curioso, e estas vinhetas que nos recordam Modern Love do cantor serem lidas uma semana depois do seu falecimento... isso, é puro sincronismo jungiano, parece-me.


Silver Surfer #01: Yay! O estilo retro está de regresso! O personagem sobreviveu essencialmente intocado pelo mais recente crossover da Marvel. Um Surfista Prateado humanizado com uma companheira humana, viajando pelas galáxias, salvando planetas, com paragens pela Terra para relaxar nos sofás com um bom filme, com os talentos gráficos do casal Allred a canalizar uma elegante estética retro e os argumentos descontraídos de Dan Slott. Talvez o único comic de super-heróis que vale a pena ser lido pelos que já se fartaram do simplismo e banalidade deste sub-género.

Sem comentários: