segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Comics


The Sheriff of Babylon #01:  A premissa é algo bizarra. Um policial noir num dos sítios mais infernais da memória recente, na Badgad pós-queda de Saddam, infestada de guerrilheiros, mercenários, zelotas e soldados norte-americanos, onde a vida era barata e a taxa de homicídios inqualificável? Pois, não é o cenário mais provável para uma história policial. O que surpreende neste primeiro número é a qualidade da linguagem narrativa do argumetista Tom King. De ritmo marcado, com a acção a decorrer num imparável stacatto de diferentes pontos de vista. O interesse está desperto.


East of West #22: E agora, algo deveras inesperado na série. Ao invés das habituais convolutas linhas narrativas em colisão, Hickman pára tudo e dá-nos vinte páginas imparáveis de acção pura. E no meio, ainda há tempo para o desenhador Nick Dragotta brincar com a infame capa de Milo Manara para Spider Woman.


Survivor's Club #03: No dia em que perceber o que é que Lauren Beukes anda a fazer com este comic... deverá ser o dia em que chegar ao fim. Com casas assombradas, espíritos malévolos, um jogo capaz de despertar psicoses e duas gémeas que recuperam de ser despedaçadas com agulha e linha, este é certamente o comic mais creepy e weird deste novo fôlego da Vertigo para o final do ano de 2015.

Sem comentários: