sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Expanse: Drive; The Butcher Of Anderson Station.


James S. A. Corey (2012). Drive.

É aqui o ponto de início da série Expanse. O elemento tecnológico que possibilita à humanidade escapar ao binómio Terra-Marte e espalhar-se pelo sistema solar é um motor eficiente que permite atingir velocidades sublumínicas. A epstein drive original ainda é visível aos telescópios,  para lá das fronteiras do sistema solar em aceleração de fracção da velocidade da luz, transportando o cadáver do seu inventor pelas vastidões inter-estelares. Drive detalha a invenção e monta o xadrez da história passada de tensões entre terrestres e marcianos que, combinada com a presença dos habitantes da cintura de asteróides,  forma a constante fonte de intrigas e problemas no universo ficcional da série.



James S. A. Corey (2011). The Buthcer of Anderson Station. Nova Iorque: Orbit.

Num conto que poderia ter saído do livro Leviathan Wakes, e provavelmente saiu após edição, a história das origens do coronel Fred Johnson, o herói terrestre que comanda a aliança independentista do sistema solar exterior. A história detalha os acontecimentos que lhe valeram a alcunha de carniceiro, bem como o detalhe conspiratório que leva o militar a mudar de campo. Aprofunda um pormenor importante da série Expanse, numa narrativa de FC militarista pura.

Sem comentários: