segunda-feira, 6 de julho de 2015

Comics


Adrift #01: Arranca com um forte sentido do filme Gravity, de catástrofe no espaço vista pelo olhar da única sobrevivente, aquela que promete ser mais uma série de hard SF da Image. Tem um tie-in com um jogo de computador, mas com Matt Hawkins no argumento é muito provável que os fãs de FC tenham aqui mais uma boa leitura, cortesia de uma editora de comics que apostou forte no género. Outro pormenor curioso é o traço estar entregue ao italiano Luca Casalanguida, que conta no seu portfolio trabalho para séries da Bonelli como Nathan Never, ou o meu tão admirado Dylan Dog.


Airboy #02: This isn't the future I envisaged, diz o personagem ficcional quando colide com a complexidade do mundo real. As utopias de quadricromia nunca passaram de sonhos ingénuos num meio gráfico e literário que evoluiu do infantil à maturidade, e esse aspecto é bem explorado nesta visão muito pouco convencional sobre um herói clássico. O contraste com a moralidade binária dos comics tradicionais e as nuances de valor contemporâneas do mundo real é levada a extremos incómodos por James Robinson. Quão incómodos? Bem, depois de provar queques temperados com marijuana o nosso herói é levado a beber um copo num bar de travestis pelos seus degenerados recriadores. Digamos que o nosso herói irá ter uma grande surpresa na casa de banho, ao gozar dos favores do que acredita ser uma generosa e atraente mulher. Está-se mesmo a ver que este comic vai gerar polémica e acicatar as brasas nas guerras culturais americanas.



Onyx #01: O argumento é pouco convicente, e o brilhante e detalhado traço de Gabriel Rodriguez, que deslumbrou os leitores de Locke & Key, não se adapta muito bem à ficção científica. Mas é impossível não assinalar esta nova série da IDW. Faz lembrar, se calhar intencionalmente, um clássico esquecido da Marvel que foi ROM, o Cavaleiro do Espaço. Daquelas personagens típicas dos primórdios dos anos 80, um cyborg enviado à Terra para a defender da ameaça de obscuros seres alienígenas que invocavam um sol negro. Eterno incompreendido, continua a sua luta, exterminando criaturas monstruosas que aos nossos olhos parecem humanos normais. Dando ou tirando uns pormenores, como ser passado num futuro próximo e envolver equipes de soldados de elite, creio que acabei de descrever Onyx ao falar de ROM...


War Stories #10: Garth Ennis continua em terreno familiar, voltando ao teatro de operações europeu da II Guerra para mais uma história amarga de guerra. Desta vez recorda-nos que cidadãos de países neutrais combateram ao lado dos aliados, com as desventuras de um pelotão de inexperientes soldados irlandeses incorporados no exército britânico. Como é habitual nesta série, espera-se uma boa aventura, cheia de rigor histórico.

Sem comentários: