terça-feira, 25 de novembro de 2014

Work in Progress


Era daquelas coisas que me andava a apetecer fazer há algum tempo mas nunca mais arranjava vontade. E a seguir a isto talvez me meta com um Dalek, ou uma sonic screwdriver. O mote veio misto, da Timelord Academy e do workshop de Sketchup. Até porque o verdadeiro desafio não foi modelar uma Tardis, foi fazê-lo com precisão nas medições. É algo que não exploro muito (pronto, confesso, nada) ao usar o Sketchup. Raramente olho para as dimensões, as escalas não me preocupam, e o estilo de trabalho é mais livre. Aqui quis fazer o oposto: partir de medições rigorosas, usando as guias e a fita métrica do Sketchup. Lição número um: se se vai trabalhar com precisão de milímetros, é má ideia usar o template em metros. Muito má ideia. Segunda lição: componentes fazem um jeitaço ao trabalhar com precisão. Colocamos todo o esforço de rigor num elemento e o resto está alterável se necessário. Ah, e como suspeitava, o follow me safa-se muito bem com curvas complexas em revolução.

3 comentários:

Rui Bastos disse...

Belas inspirações! Isto está incrível... Agora é arranjares uma impressora 3D e ganhas uma Tardis ;)

Um Dalek parece-me mais complicado, é menos regular que isto, e quando eu brinquei com SketchUp, fazer coisas circulares era o cabo dos trabalhos.

O next step verdadeiramente desafiante era fazer o interior! O programa não tem nenhuma forma de fazer o "bigger on the inside"? Tipo ter um "link" nas portas abertas para outro objecto (o interior) sem que ele tivesse que realmente caber dentro do objecto?

O meu conhecimento do SketchUp e outras brincadeiras de modelação 3D é do mais básico possível, e costumo usar a palavra modelação juntamente com a palavra matemática, usar umas fórmulas e resolver problemas físicos, mas por acaso o último trabalho que fiz dessas coisas envolveu pôr um bonequinho a mexer, tipo motion-capture para principiantes, se tiveres curiosidade...

artur coelho disse...

há coisas que podiam estar melhor... fiz ali umas tropelias desnecessárias nas laterais. imprimir? mais uma semana, mais uma candidatura a ver se arranjo dinheiro para a escola ter uma... mas do sketchup é preciso ter um plugin para dar volume às superfícies.

interior? trabalho com VRML, e aí é simples. Faço a tardis exterior, a tardis interior, meto a interior como inline na exterior num mundo virtual, entras, aaaaand... it's bigger on the inside! se tiver paciência ainda experimento isso...

manda os links, tenho sempre curiosidade (até porque faço sempre questão de depois passar essas coisas aos meus alunos...)

Rui Bastos disse...

Isso era fixe, faz :p

Da minha modulação, foi pretty much o que se faz neste lab: http://lbl.tecnico.ulisboa.pt/index.htm, que até é bastante acessível para ter lá visitas, e o professor responsável é meu professor *hint hint*