quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Leituras

First surgery transmitted live via Google Glass: É uma utilização muito óbvia e sensata do Glass, desde que as questões de privacidade estejam devidamente salvaguardadas. A captura de vídeo ponto-de-vista promete ser controversa - é fácil, pode ser efectuada em qualquer local e sem que haja a percepção de que se está a ser filmado. A industria da pornografia, sempre precursora nestas coisas da tecnologia e dos media (antes do youtube, imaginem lá quem é que precisava de desenvolver tecnologias de streaming de video na internet) já está à procura de aplicações do Glass, o que não é fácil devido aos termos de utilização da Google. Mas esta ideia tem um potencial educacional enorme para aprendizagens que requeiram partilha de experiências, observação, acompanhamento de um especialista durante a demonstração. Em vez de grupos a acotovelarem-se numa sala ou a observarem à distância, ou visualização posterior de vídeos, pode-se assistir a uma acção efectuada em tempo real no ponto de vista de quem a efectua. Não admira que os cirurgiões tenham pegado nisto para desenvolver novas vertentes de aprendizagem que não são necessariamente novas, apenas um refinar interessante dos vídeos educativos e da observação directa.

This Gas-Powered Surfboard Can Hit 35 MPH Without a Single Wave:  Realidade a imitar a ficção? Esta espécie de prancha a jacto promete libertar os surfistas da necessidade de ondas. O g33k em mim não deixa de reparar que é um saudável passo em direcção ao futuro prometido na série Judge Dredd, onde podemos encontrar como um dos personagens recorrentes Chopper, o surfista dos céus que voa pela cidade montado na sua prancha de surf.

3D printing is easy with Windows 8.1: Quase dá vontade de instalar o windows 8. Quase. O que intriga é o destaque dado pela Microsoft a uma tecnologia prometedora mas ainda está distante do mercado de consumo que neste momento está numa fase de deslumbre misturada com busca de respostas às perguntas que levanta. A integração do processo de impressão tridimensional dentro do sistema operativo promete um futuro próximo onde ligar e utilizar uma impressora destas vai ser tão simples como ligar uma impressora clássica (pois, simples, mas quem lida com elas sabe a infinidade de coisas que pode - e corre, mal). Claro que na tecnologia o caminho das promessas à concretização está entulhado com imensos exemplos de tecnologias futuristas promissoras que hoje são dead media.

Researcher controls colleague’s motions in 1st human brain-to-brain interface: Esta coisa de vivermos na condição de presente futurista é um tédio. Somos constantemente bombardeados por descobertas e inovações, e ficamos com os neurónios calejados, incapazes de uma reacção que vá além do levantar do sobrolho perante notícias destas. Transmitir gravações de sinais cerebrais através da internet que vão condicionar o comportamento do recepetor? (Bocejo). Banal. Eu quero é o meu jetpack e a raygun para ir dar cabo do canastro aos marcianos na base lunar.

Sem comentários: