sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Comics


100 Bullets Brother Lono #03: Se o argumento de Azzarello se mantém fiel ao que esperamos do autor, estou cada vez mais espantado com a capacidade cinemática de Risso. O estilismo experimental que tornou Spaceman por vezes difícil de engolir fica em segundo plano nesta série. Em compensação, temos arrojados planos que transformam a humilde vinheta em espaço verdadeiramente cinematográfico. Confesso que olho para este exemplo e o meu cérebro constrói um movimento de câmara. Bravo, Eduardo Risso.


Bela Lugosi's Tales From The Grave #04: A Monsterverse é uma editora relativamente minúscula com alguns pastiches divertidos (Flesh and Blood sendo o exemplo mais interessante do seu acervo) e uma tendência para editar antologias que seguem a tradição de um anfitrião aterrorizante a apresentar contos de horror que normalmente primam pela mediocridade gráfica e narrativa. Mas desta vez apanhamos uma boa surpresa: o lendário Bill Sienkiewicz a ilustrar no seu estilo inimitável uma pequena história que, francamente, não é nada por aí além. Safa apenas por ter tido direito ao lápis expressionista desta lenda viva dos comics.


I Love Trouble #06: Este comic distinguiu-se por uma visão bem humorada sob uma premissa muito desgastada, a da jovem com poderes cooptada por agências institucionais de secretivas intenções nefastas. Arrancou com um grafismo invejável que tem vindo a decair ao longo da série mas que ainda surpreende com algumas referências oblíquas bem aplicadas.


Como esta  referência à Action Comics #01, a lendária e iconográfica primeira capa e aparição do Superhomem. Bem jogado, definitivamente bem jogado.


Numbercruncher #02: Da Titan Comics, esta reimpressão da série de Simon Spurrier continua a surpreender pela inventividade. Na visão científica quântico-relativística do universo a realidade é traduzida por algoritmos e elaboradas equações e deus é um contabilista ominisciente. Os caminhos da redenção podem ser reduzidos a equações e os anjos meros assistentes de contabilidade. By the numbers, meus caros, esta série intriga by the numbers. Da mesma editora está a sair A1 The Weirding Willowsum curioso pastiche da ficção fantástica do século XIX que mistura o Dr. Moreau com a bruxa de Oz, Mowgli, criatura de Frankenstein e coelhos falantes.

Sem comentários: