domingo, 2 de dezembro de 2012

Come quietly


É por estas, e por outras também, mas particularmente por estas que Dredd é tão icónico. Ironia hiperviolenta, cortesia de Brian Bolland.

Sem comentários: