quarta-feira, 5 de setembro de 2012

A Hypothetical Lizard

Alan Moore, et al. (2007). A Hypothetical Lizard. Rantoul: Avatar Press

Uma história impiedosa. Moore monta cuidadosamente o palco com a sua caracterização de uma rapariga cujo cérebro foi separado para poder corresponder aos desejos de feiticeiros poderosos que frequentam o mais exótico bordel de uma cidade fantástica. Mas a história não lhe pertence. Antes, é uma história de amor esmagado entre dois homens, ambos elementos do bordel, ambos com talento teatral. Um abandona o outro e anos depois, já famoso, regressa para recuperar o seu amor. Mas acontece o imprevisível. O amante esquecido urde uma impiedosa teia que obriga aquele que regressou a trocar de papel consigo, elegante vingança sórdida pelo extremo sofrimento do coração.

Sem comentários: