terça-feira, 7 de março de 2006

Dorme bem, Margarida.

Confirmou-se o pior receio. A hérnia discal que transformou uma fera indomável, cheia de vida e alegria, num animal semi-paralisado obrigou mesmo a uma intervenção cirúrgica. Pondo isto à bruta, a chicha foi à faca. Enfim, já falei com o médico, e correu tudo bem. Agora só se aguarda que a cadela acorde, para verificarem se a anestesia não a afectou. Amanhã talvez já seja possível ir buscá-la.

Neste momento a margarida dorme, pacíficamente. Irá acordar, acompanhada por outros cães e gatos que hoje passaram por experiências semelhantes. Espero que não se assuste muito; espero que me perdoe por a ter deixado nas mãos de quem, aos olhos dela, a magoou. Amanhã saberei mais.

Nunca me apercebi de como esta casa é silenciosa sem aquele omnipresente ruído das patinhas pelo chão fora.

1 comentário:

Turmentus disse...

tudo correrá pelo melhor, afinal não é Margarida o nome de uma Enorme Fera...