sexta-feira, 5 de maio de 2017

Flash Gordon: Zeitgeist



Eric Trautmann, Alex Ross (2013). Flash Gordon: Zeitgeist. Runnemede: Dynamite.

Uma curiosa revisão das histórias de Flash Gordon, cuja estética mescla o exotismo elegante de Alex Raimond, traços de dieselpunk e a extravagância anos oitenta do filme. Aqui, o imperador Ming diverte-se com a Terra, fornecendo armas a um certo ditador alemão para se entreter com a conquista do planeta. Apenas Zarkov, o cientista, suspeita que algo mais estará por detrás de estranhos eventos atmosféricos, e coopta Flash Gordon e Dale Arden para, num foguetão, investigar a sugestão de bizarros universos ligados ao nosso por forças maléficas. O resto é história, bem conhecida e estabelecida na cultura pop. Trautmann não se desvia muito das narrativas clássicas. O que dá mérito a esta série é a direcção artísticas de Alex Ross, que lhe confere um visual clássico e deslumbrante, que homenageia a elegância e exotismo do melhor de Raimond.

Sem comentários: