segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Comics


Black Hammer #06: Pronto, eu sei, é aquela cena pop will eat itself de auto-referências cíclicas na cultura popular, mas Lemire está a fazê-lo tão bem nesta série da Dark Horse... nesta edição, a iconografia e narrativa inspiram-se nos clássicos comics de terror em antologia, com personagens repelentes a servir de anfitrião aos leitores em busca de arrepios. 


Batman #13: Depois dos divertidos delírios de Zack Snyder à frente de Batman, a DC trouxe Tom King para dar um tom mais conservador, de regresso ao classicismo, ao personagem. King está a revelar-se um argumentista de trabalho muito interessante. Com um tom discreto, marca profundamente as personagens com que trabalha. A sua temporada à frente de Vision, da Marvel, surpreendeu, tal como a série Sheriff of Babylon, talvez a mais madura das edições recentes da Vertigo. Discreto, sólido e claramente clássico na sua aproximação à narrativa em comics, não deixa de surpreender. Como esta espantosa abertura cinematográfica da mais recente edição de Batman.


Locke & Key: Small World: Prendinha de natal da IDW? Joe Hill e Gabriel Rodriguez regressam com uma nova história da premiada e muito apreciada série Locke & Key. Se os eventos da série original se encerraram, há ainda muito para explorar no passado desta família guardiã das chaves que abrem fechaduras inesperadas.

Sem comentários: