segunda-feira, 8 de julho de 2013

Braços abertos


Daquelas coincidências intrigantes com que os algoritmos publicitários nos brindam. Sim, incauto viajante em busca das emoções do estádio de futebol, o país está à sua espera. Mas atenção que os nativos estão inquietos e parece que vieram para as ruas estragar o bom ambiente esperado e desejado com ruidosos protestos sobre ninharias como custo de vida ou combate às desigualdades. Já não se fazem países do terceiro mundo como antigamente, cheios de magotes de indígenas esfaimados contentes em ulular cantorias típicas em trajes exóticos para a fotografia.

Sem comentários: