quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Interzone #244




Esta edição da Interzone caracteriza-se por uma mistura pouco homogéna de contos, alguns muito bons e outros muito aquém do que a edição darevista já nos habituou. Os contos de Tidhar e Zebroswki são sem dúvida o ponto alto desta edição, e o conto de Hawkins destaca-se pela abrangência do universo ficcional.

The Book Seller: Lavie Tidhar tece um intrigante universo ficcional futurista onde a humanidade se espalhou pelo sistema solar, a tecnologia está marcada pelo uso quotidiano, novos monstros percorrem as vias de navegação espacial (centrado nas aventuras de uma vampira digital) e a acção tem um sabor distinto ao médio oriente. Neste conto Tidhar aprofunda este universo enquanto homenageia essa coisa tão pessoal que é o gosto pelos livros, particularmente pelos pulps de ficção científica e fantástico.

Build Guide: intrigas de corrupção económica num sólido cenário hard SF com uma dicotomia entre duas gerações de operários de construção civil no espaço. Conto de Helen Jackson.

The Genoa Passage: George Zebrowski revisita os traumas do nazismo e do fim da II guerra mundial num conto onde a divisão quântica de linhas de tempo se esbate nos momentos de fuga de personalidades do regime nazi pelos corredores alpinos, permitindo aos sobreviventes do holocausto uma sangrenta e repetitiva vingança até ao infinito. Um conto poderoso e envolvente.

iRobot: pequeno conto de Guy Haley, no fundo uma vinheta futurista distópica onde um robot se liga no meio das ruínas desertas da civilização.

Sky Leap - Earth Flame: uma mistura intrigante de space opera com cyber e biopunk num conto onde a engenharia genética e a tecnologia de viagens no hiperespaço são a única esperança para a humanidade ameaçada por um cataclisma à escala galáctica. Conto de Jim Hawkins.

A Flag Still Flies Over Sabor City: pequena distopia sobre trafulhices de juventude e escapismo induzido por drogas de realidades industrializadas num conto vago de Tracie Wesler.

Sem comentários: