segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Creepy (I)


Al Williamson
Al Williamson

Alex Toth

Angelo Torres

Angelo Torres

Angelo Torres

Angelo Torres

Frank Frazetta

Gray Morrow

Joe Orlando

Joe Orlando

Gray Morrow

Creed Randall

Reed Crandall

Da marcante revista Creepy, herdeira do horror clássico da EC Comics, sabemos exactamente o que esperar. Histórias curtas de terror irónicas, por vezes viscerais e por vezes inocentes. Os ícones clássicos - vampiros, múmias, monstros, cemitérios, casas assombradas, lobisomens, bruxas, feiticeiros, mistérios, mulheres fatais e criminosos que expiam os seus crimes. Terror previsível, com um clássico tom gótico muitas vezes imitado mas raramente superado. Os argumentos incisivos de Archie Goodwin, Joe Orlando e Russ Jones, entre outros, faziam uso magistral destes lugares comuns. Mas na banda desenhada uma boa história por si só pouco vale, e o que realmente marca é o estilismo único da revista. Aqui, a Creepy caracteriza-se por um elevadíssimo nível de ilustração. Apesar de constrangidos pelos parâmetros do género, ilustradores como Frank Frazetta, Alex Toth, Al Williamson, Angelo Torres, Gray Morrow ou Reed Crandal deslumbram com desenhos de traços pessoais, elaborados, góticos quanto baste e a tornar-se o marco pelo qual este estilo de comic de horror se mede.

Sem comentários: