sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Prada Real Fantasies



Intrigado pelo tom militarista deste anúncio às novas colecções da marca de luxo Prada. A equipe criativa foi buscar inspiração ao visual retro da ficção científica cinematográfica dos anos 30 aos anos 50, com uma boa dose da austeridade que caracterizou as origens da computação. Metropolis e Things To Come colidem com o bakelite dos terminais de teletype numa iconografia onde a roupa de luxo se assemelha a uniformes de uma qualquer organização para-militar global dos tempos da linha telefónica e do avião de motor de pistão.  Fantasias de luxo para os anos da crise económica.

É difícil imaginar algo mais superficial do que a moda. Modelos esculturais simbólicos de um ideal inatingível de beleza física. Vacuidade de um eterno momento. Interminável renovação estética em busca de um ideal de beleza mutável ao sabor dos gostos transientes apresentada sob uma imagem de relevância que mal disfarça o real objectivo de vender continuamente trapos que se modificam em ciclos fixos. Vive dos esforços criativos de gente talentosa, capaz de aproveitar as mais fugazes variantes artísticas para criar produtos visuais que causam impacto.

Sem comentários: