sábado, 20 de outubro de 2012

Beyo...


Diferenças culturais, cortesia do Autocomplete, o algoritmo da google que tenta inferir as nossas intenções de pequisa a partir das letras que vamos escrevendo e de uma massiva base de dados de interrelações em constante crescimento. Maravilhas do crowdsourcing. Aparência de inteligência artificial criada com potência computacional e gigânticas bases de dados. Eu andava à procura do Beyond the Beyond, o blog do Bruce Sterling e não a seguir a tendência global que quem digita beyon na pesquisa (ou barra de endereços do chrome, intimamente ligada aos algoritmos de pesquisa) quer saber novidades sobre uma das mediáticas divas da mediocridade musical comercial.

Sem comentários: