segunda-feira, 16 de julho de 2012

Silver Cord

Confesso que fiquei intrigado com o anúncio de uma banda desenhada escrita por Kevin Kelly. Este notório analista das tendências futuristas tem provas dadas como editor da Wired, divulgador atento das tendências tecnológicas e ensaísta nestes domínios. Como tal, esperava deste comic algo similar: uma exploração sobre robótica, digital e singularidade com o toque mcluhanista que distingue os singularitários.

Mas... não. O que saiu foi uma narrativa entediante sobre o potencial despertar de consciência robótica. Parece bem, assim descrito, mas a maior parte do livro é passada com as peripécias da filha de um anjo que é capaz de aceder aos planos astrais e combater a ameaça de anjos negros que querem aproveitar-se da nascente consciência cibernética para os seus propósitos nefários.

Sim, leram bem. Kelly, extraordinário tecnologista, brinda-nos com uma história medíocre e delicodoce com toques new age sobre anjinhos, planos astrais, projecções corporais, reencarnação e um bocadinho de robótica que se arrasta ao longo de duzentas penosas páginas. Uma completa desilusão. Ficção espiritual, tecno-épico (palavras do proprio Kelly) ou desastre em câmara muito lenta? Decidam por vós: o comic pode ser lido e descarregado no site dedicado: Silver Cord. Também há uma campanha no Kickstarter para financiar os próximos volumes desta tragédia.

Sem comentários: