terça-feira, 26 de junho de 2012

Vampire Forensics


Mark Jenkins (2010). Vampire Forensics. Washington: National Geographic.

Não se percebe muito bem do que trata este Vampire Forensics. Será estudo literário sobre as origens e evolução da criatura? Apontamento histórico sobre a evolução do mito do vampiro nas tradições europeias? Ensaio sobre a superstição como forma pré-cientifica de compreender o mundo? O livro vai tentando abarcar estes campos, mas sem grande sucesso. O resultado final é desconexo e pouco profundo, embora seja de saudar a tentativa de desmistificar e procurar origens deste influente mito através de incursões à história da cultura.

Sem comentários: