terça-feira, 19 de junho de 2012

Stop Forgetting to Remember



Peter Kuper (2007). Stop Forgetting to Remember. Nova Iorque: Crown.

Peter Kuper segue neste livro a tão americana tradição do comic auto-biográfico. Misturando reminiscências da adolescência com reflexões sobre momentos íntimos da vida contemporânea, Stop Forgetting to Remember segue à risca o cânone deste género de banda desenhada tão querida dos criadores independentes americanos. Mas deste autor espera-se mais do que recordações de charros fumados, reminiscências de antigas namoradas ou colisões com o mundo das fraldas. O artifício de criar uma autobiografia de um cartoonista fictício modelado no autor é intrigante mas o poder de Kuper está na sua linguagem visual, que neste livro não é levada ao seu nível habitual. Este género de banda desenhada é tão explorado que é difícil não ultrapassar o banal, e Kuper só o consegue quase nas últimas páginas da graphic novel, quando o choque do 11 de setembro se faz sentir na sua vida.

Sem comentários: