quinta-feira, 28 de junho de 2012

The Sorcerers and Their Apprentices


Frank Moss (2011).The Sorcerers and Their Apprentices: How the Digital Magicians of the MIT Media Lab Are Creating the Innovative Technologies That Will Transform Our Lives.  Nova Iorque: Crown Business.

O título é sugestivo, e o conteúdo não lhe fica atrás. Mas se esperamos pegar neste livro e ver impactos directos dos projectos do Media Lab na sociedade contemporânea esta não é a obra para isso. Escrita por um ex-director do centro de investigações, traça um panorama dos vários grupos de pesquisa salientando alguns dos mais intrigantes projectos saídos de um laboratório concebido de raiz como um recreio de sabedoria. O aspecto mais reforçado é o carácter interdisciplinar - descrito pelo autor como anti-disciplinar, das metodologias de pesquisa, alicerçadas em processos de reforço a partir do erro e do falhanço, atitudes hands-on e focalizado num derrubar de barreiras disciplinares na formulação de problemas cuja aplicabilidade é imprevisível. Robótica avançada, interfaces naturais, inteligência artificial aplicada, arte aumentada pelo digital, educação, são algumas das áreas onde os investigadores deste laboratório deslumbram com inovações inesperadas e conceitos intrigantes. Não são o tipo de invenções criadas com o fim expresso de fazer chegar ao mercado um novo gadget para maravilhar as massas, mas desenvolvimentos com impacto profundo na forma e objectivos do uso de tecnologias cujos reflexos se encontram muitas vezes longe das áreas originais de investigação. Quebrar barreiras conceptuais e hiperligar o conhecimento, é o que o Media Lab nos habituou. Só para recordar, no campo da educação o Media Lab é responsável por conceitos que possibilitam novas e criativas abordagens como a linguagem Scratch, o Processing ou os lego mindstorms, entre outras ferramentas que potenciam aprendizagens profundas.

Sem comentários: