sexta-feira, 18 de maio de 2012

Macedonia


Harvey Pekar, Heather Roberson, Ed Piskor (2007). Macedonia. Nova Iorque: Villard Books

Estaremos condenados a não conseguir evitar guerras? Quando os interesses étnicos ou políticos colidem nas exíguas fronteiras de um país, estaremos condenados a repetir os ciclos históricos de derramamento de sangue? A personagem principal deste livro atípico de Pekar pensa que não. Para defender a sua tese, desloca-se à Macedónia, ex-república Jugo-eslava que apesar da intensidade do caldeirão étnico pareceu evitar o mergulho na guerra civil com auxilio das instituições internacionais. Baseada nas experiências da activista Heather Roberson, Macedonia mergulha-nos numa zona de tensão permanente, onde as experiências individuais diferem do propagandeado nos media num país que tem possivelmente os taxistas mais rudes do planeta. Apesar do tema interessante, o livro não resiste a enormes infodumps que cortam a emotividade do argumento.

Sem comentários: