quarta-feira, 2 de maio de 2012

Ler BD

A edição deste mês da revista LER é imprescindível pelo seu dossier sobre banda desenhada em Portugal. Não traz nada de novo para os fãs do género, mas mostra a um outro tipo de público a diversidade, os sucessos e os insucessos do vibrante meio. O artigo olha para a BD enquanto género, traçando um retrato da sua criação em Portugal e mostra o perfil de quatro criadores. Conclui o que sabemos: há criadores de enorme talento, que começam a publicar regularmente lá fora. O meio editorial contraiu-se, mas ainda mexe. E decididamente já passámos a fase de BD enquanto histórias infantis aos quadradinhos... embora o grande público ainda não se tenha apercebido disso.

(momento de heresia: sou bibliófilo convicto mas pouco fã desta revista, que se mantém como única publicação dedicada aos vícios da encadernação e tinta de impressão. a deste mês vale a pena por este dossier e os artigos de Pedro Marques sobre Robert Massin e Rogério Casanova sobre Quatermass.)

Sem comentários: