quarta-feira, 4 de abril de 2012

120 Days of Simon


Simon Gärdenfors (2010). The 120 days of Simon : a graphic odyssey through Sweden. Marietta: Top Shelf.

Uma banda desenhada autobiográfica que recolhe as impressões de uma experiência intrigante: abandonar a casa durante cento e vinte dias, dormindo em casa de pessoas que se ofereceram para albergar o autor. Podia ser um interessante estudo, álbum de roadtrip onde a vastidão da individualidade humana ficasse patente nos retratos feitos pelo autor, mas não. Ficamo-nos por experiências to tipo fumei uns charros, comi umas garinas, bebi umas cervejas. O grafismo é interessante, fortemente estilizado e a remeter para o estilismo hip-hop com figuras simplificadas a preto e branco de contornos grossos. Se os cento e vinte dias do título remetem para a obra de De Sade, a sodoma deste autor é muito levezinha.

Sem comentários: