terça-feira, 29 de novembro de 2011

Witch Doctor


Brandon Seifert, Lucas Ketner (2011). Witch Doctor. Berkeley: Image Comics.

Se, como escreveu Arthur C. Clarke, a ciência avançada é indistinguível da magia, porque não o sobrenatural ser apenas uma forma avançada de patologia provocada por criaturas similares a vírus e bactérias ainda não medicamente reconhecidas mas combatíveis com terapuêticas não convencionais. É essa a premissa de Witch Doctor, um dos mais interessantes e totalmente insanos comics publicados este ano, escrito por Brandon Seifert e ilustrado com uma admirável e expressiva precisão num estilo reminiscente de Bolland e Alcalá por Lucas Ketner.

O mundo de Vincent Morrow, médico de sanidade mental discutível mas com terapias eficazes contra possessões, invasões de criaturas de além espaço e afins, pulula com uma visão diferente do terror, clínica e divertida, que vira ao contrário as premissas do género em aventuras onde os velhos clichès do terror são abordados com uma forte dose de humor negro. Morrow, acompanhado da sua fiel assistente Penny Dreadful, uma criatura útil para devorar criaturas do além, e do embasbacado paramédico ex-marine Eric Gast, aplica os mais esotéricos métodos científicos para combater as infecções da alma trazidas por criaturas que aterrorizam os sonhos.

Divertido, bem escrito e ilustrado, com um conceito inovador e intrigante, esta curta série de quatro edições foi bem sucedida e promete continuidade. Cá estaremos para ver que novas terapias o Dr. Morrow tem contra futuras infecções sobrenaturais.

Sem comentários: