domingo, 4 de novembro de 2007

Novas Estruturas

As tecnologias de informação e comunicação têm um grande potencial para potenciar a eficiência das aprendizagens, se forem utilizadas de forma apropriada. As novas tecnologias permitem ir além do permitido pelas tecnologias mais tradicionais, mas se forem utilizadas de forma pouco apropriada não garantem aprendizagens eficientes.

A tecnologia pode ser um poderoso instrumento pedagógico, ajudando a “pensar segundo novas coordenadas (…) encoraja a desenvolver novas expectativas” (SHERRY TURKLE, 1995) , computador potenciando novas formas de pensar e organizar informação. Esta estimula a colaboração, a aprendizagem e a transferência de aquisições, se estiver bem integrada no currículo, de forma coerente.

A tecnologia permite estruturar novas formas de pensamento, decorrentes do uso da máquina, reorganizando formas de pensamento em estruturas diferentes das que teriam segundo designs pré-tecnológicos (BRANSFORD, BROWN, COCKING, 1999).

O mundo contemporâneo exige uma escola que prepare indivíduos capazes de enfrentarem os desafios do futuro. Ainda arreigada a métodos e práticas de outros tempos, a escola poderá aproveitar o vasto campo de conhecimento que explora a questão da aprendizagem para traçar perfis de desenvolvimento de competências que formem indivíduos capazes de responder às exigências de uma sociedade em constante acelaração. As tecnologias de informação e comunicação podem dar um importante contributo para o desenvolvimento de competências, mas, por si só, estas ferramentas não resolvem os problemas da aprendizagem, tendo de ser integradas numa prática pedagógica coerente.

Sem comentários: