segunda-feira, 14 de novembro de 2005

Robert Williams II



Por entre os detritos de uma cultura Pop enlouquecida, Williams desenvolve vectores de pintura devedores às técnicas dos grandes mestres com um sentido sobrecarregado do excesso ofensivo.



Passado e futuro confundem-se. O espírito interior depravado do animal homem encontra-se fora das setas do tempo. Williams encontra-se num cruzamento abastardizado entre a Pop Art, o Surrealismo e a iconografia visual da cultura comercial.



Entre outras influências, podemos encontrar em Williams laivos de Von Dutch, Ed Big Daddy Roth, Robert Crumb, boa parte do movimento hot rod (percursor do mais recente e infinitamente menos interessante tunning) e uma forte influência dos comics underground americanos.

Sem comentários: